quinta-feira, setembro 22, 2016

Porque uso transporte público

Costumo usar o transporte público. Não porque desprezo o conforto dos automóveis particulares ou por uma causa nobre como a redução de gases de efeito estufa na atmosfera. Uso simplesmente porque é o meio preferido das celebridades. Todo dia topo com um John Lennon, um Bill Gates ou uma Jodie Foster. Ou pelo menos com seus sósias quase idênticos. Basta prestar atenção porque eles gostam de caminhar entre a multidão anonimamente, disfarçados de Zė, Maria, Pedro, Cidinha etc.
Hoje o cobrador da manhã  era um velho conhecido de vocês: Phill Collins.
- Abençoados, a  parada seguinte é a mais próxima da estação X do metrô. É o melhor meio de transporte para chegar à avenida y. Isso não significa que não apreciamos a companhia de vocês, mas é que, às vezes, a via fica interditada por conta das manifestações e não conseguimos trafegar com fluidez. Tenham um bom dia de trabalho, de estudo ou lazer!
O Phill Collins original não faria melhor.

terça-feira, abril 05, 2016

Entrevista de emprego


- Bom-dia. Obrigado por participar do nosso processo seletivo.
- Bom-dia. Eu que agradeço. Você sabe, não há muitas vagas disponíveis...
- É verdade. Mas dias melhores virão! Falemos de suas competências e fortalezas.
- Tenho forte capacidade analítica. Também trabalho bem com multitarefas e em rede, quero dizer, em equipe.
- Muito bem! E qual sua capacidade de armazenamento de informações?
- Cerca de 3 pentabytes. E um clock aproximado de 20 mil GHz.
- Interessante... Você forneceu numeros aproximados...(faz um tique com a caneta óptica no tablet). E sua vida útil?
- Minha obsolescência está programada para daqui a uns 25 anos.
- Entendo. Já falaram para você sobre os benefícios da função? Alguma dúvida?
- Não foram claros quanto ao programa de manutenção, quero dizer, plano de saúde.
- Não oferecemos manutenção. Simplesmente descartamos quando detectamos um problema.
- Que horror!
- Vejo que está desconfortável com os valores da empresa...
- Espere. Não é isso. É que eu...
- Não precisa ficar constrangido, nem se sentir inadequado. Mas não deveria ter mentido... Fomos muito assertivos na descrição da vaga, justamente para evitar situações como essa...
- Desculpe. É que estou muito tempo em transição de carreira. Preciso urgentemente de um emprego...
- Sua reação é compreensível. Mas infelizmente não contratamos HUMANOS nesta empresa. Por favor, queira se retirar, ou teremos de rebocá-lo daqui.

Sentimentos são.