terça-feira, março 20, 2012

A folha




2 comentários:

Rafael Junio disse...

MAndrade, tu é cristão?

Marcelo de Andrade (Mandrade) disse...

Boa pergunta, Rafael. Nem Jesus Cristo afirmou que era cristão. Esse rótulo de cristão foi criado depois, né? Pelo que tenho lido, os essênios poderiam ser considerados já cristãos antes mesmo da vinda de Jesus Cristo, pois tinham um código moral muito elevado. Mas vamos lá. Se tomarmos como cristão o sujeito que segue Cristo, não tenho moral para afirmar que sou cristão, pois ainda estou muito longe de seguir os exemplos do Mestre de Nazaré.Dizer que sou "cristão" é até uma blasfêmia, he, he. Por deficiências mil, eu piso muito na bola com os meus próximos. E com os distantes também. Mas se considerarmos cristão o sujeito que segue alguns rituais exteriores ou convenções sociais religiosas tidas como "cristãs", posso dizer que sim, sou cristão, mas do tipo sepultura caiada - meia boca - por fora e podre por dentro.