sexta-feira, junho 03, 2011

Para que a gente trabalha mesmo?

- Pai, brinca comigo?
- Agora não posso, filhinha.
- Por que não pode, paizinho?
- Tenho de trabalhar, filha. Para ganhar dinheirinho.
- Para que serve o dinheirinho, paizinho?
- Para comprar coisas para você, para mamãe, para a nossa casa...
- Que coisas, pai?
- Ah, filhinha, coisas como brinquedos, para você brincar...
- Mas pai, eu quero brincar é com você!

7 comentários:

vagapiadista disse...

Caro Marcelo,
Essa tive que repostar lá no blog!

Na minha infancia eu não tinha essa astúcia! :/

Patrícia Castro disse...

Lindo!
Sabe, acho que depois desse bum que tem ocorrido de uns anos pra cá que trabalharmos tanto sem tempo pra nada, tampouco para os filhos, isso deve mudar. Imagino que as pessoas se darão conta de que é melhor viver com menos, mas com mais qualidade de vida. E família é o melhor da vida!

tiaselma.com disse...

Marcelo, gostei demais do blog.

Suas charges e textos sagazes já me encantavam na MH.

Agora, aqui, au grand complet.

Voltarei.

por Hope* disse...

Sem falar no choro na hora da despedida, o grude na porta, o berro na esquina....
Enfim, não compensa mesmo, rs!
Abç!

Rafael Junio disse...

sniff

Lorena Viana, disse...

Adoreeii esse blog...
Textos e Charges super criativos!!

Seguirei e voltarei sempre por aqui..!

http://vinculomamaeebebe.blogspot.com

Marcelo de Andrade (Mandrade) disse...

Tia Selma, muito obrigado.

Oi, Hope, nem me fala...

Rafael, vc ainda vai passar por isso...

Lorena, volta, sim.

Um abraço a todos.

Marcelo