terça-feira, maio 31, 2011

Test Drive

Deveria haver um a lei, ou um código de honra inquebrantável, que obrigasse os publicitários e garotos-propaganda a usarem os produtos e serviços antes da divulgação.

Assim, os criativos, modelos e artistas que fazem comerciais de cervejas populares deveriam consumir essas bebidas com regularidade e em quantidade durante pelo menos um mês antes de aparecer no estúdio para a gravação. Não vale depois do consumo fazer ginástica para esconder a barriguinha ou usar editor de imagem para encolher a circunferência abdominal.

Mesma coisa com quem anuncia banco, carros, remédios, cosméticos, produtos de limpeza, serviços públicos. Tem que ir de cara lavada gravar. Se no fim do uso ainda estiverem convictos sobre os supostos benefícios que os produtos anunciados oferecem à população, estariam liberados para gravar esses comerciais.

Nenhum comentário: