segunda-feira, outubro 04, 2010

Uma dica de game que não existe

No celular da minha esposa veio a demo de um jogo.

O objetivo no primeiro nível: matar um juiz.

O jogo todo é sobre assassinatos. Quando você mata alguém, esguicha sangue da vítima aos borbotões.

Estou ficando enjoado deste desprezo à vida.

Se faltam argumentos mais criativos e interessantes para bolar um jogo, sugiro aos desenvolvedores ler a pentalogia do J. W Rochester, iniciada com O Elixir da Longa Vida. O livro narra as aventuras de uma grupo de magos imortais, desde a iniciação, passando pela morte do planeta Terra e mais além. Daria um ótimo RPG on-line, como o World of Warcraft, por exemplo. No meio da trama, o autor passa alguns valores. Tem também ali alguns preconceitos embutidos, frutos da época em que foi escrito, mas que podem ser limados numa versão para game.






2 comentários:

Rafael Junio disse...

Cara, você falou de jogos que só sabem esquinchar sangue... bem
joguei um jogo para PC chamado BRAID.

Bem, sério cara, se você já jogou super mario world e quer um jogo de raciocínio exigente e com uma história simplesmente linda/maluca/perfeita/ sem noção/ perfeita dinovo/ melhor jogo ever/ cheio de referencias... e tudo mais

Compre mesmo, Braid. 15 reais via steam..

abraços

Marcelo de Andrade (Mandrade) disse...

Valeu a dica, my friend.