segunda-feira, maio 31, 2010

Futebol: elitista e pouco sustentável

O futebol é um esporte elitista. Nas suas origens remotas, foi praticado por militares e nobres. Hoje, é praticado por jogadores milionários.

Para reforçar sua vocação para exclusão social, em quase toda partida alguém é expulso de campo.

O futebol também é pouco sustentável. Um campo de futebol oficial tem, no mínimo, 4.050 metros quadrados, onde cabem folgadamente apenas 22 jogadores. Neste mesmo espaço, caberiam 25 quadras de vôlei, onde jogariam 150 atletas.

O futebol é um esporte de contato e gera altos gastos com tratamento dos atletas de final de semana que se machucam nas várzeas, sem falar no custo social gerado pelo absenteísmo.

3 comentários:

Hélder disse...

Futebol, definitivamente, não é legal! hehe

Marcelo de Andrade disse...

Em tese, o futebol poderia ser melhorzinho. Eh, eh. Valeu, Hélder.

Brother Marx disse...

Ah! E as regras!!!... Veja por, exemplo, "As linhas burras do futebol", em:



http://piadaapronta.blogspot.com/2010/03/blog-post.html