terça-feira, março 23, 2010

Redanação

Estou em crise.
Queria escrever um poema.
Só vingou um press release.

Lead, sublead, pirâmide invertida.
Que adianta onde, como, por que, quando
se nem sei who am I nesta vida?

Meu teclado tem letras demais.
Letras demais e emoção de menos.
Minhas alegrias cabem numa lauda.
Em espaço duplo.

Há palavras que aposentei por falta de uso.
A primeira foi "eu". No manual de redação
não há lugar para a subjetividade.
O jornalismo é um vale sem alma.

O que agora escrevo não existe mais.
A tecla é uma sentença de morte.
Furo: jornalismo e futuro são incompatíveis.

Te cuida, artéria,
que lá vem o deadline!

8 comentários:

Mayara Reis disse...

Escreveu o que eu gostaria de ter escrito. Abraços!

Marcelo de Andrade disse...

Ouvi de vc o que sempre gostaria de ter ouvido de um leitor. Obrigado por realizar meu sonho.

Um abraço. Marcelo de Andrade

http://foradacurva.zip.net/ disse...

Lindo texto, Ma

Marcelo de Andrade disse...

Obrigado, Sil. Este texto foi coroado com a sua visita. Muito sucesso e felicidades para você.

Moçada, visitem o Fora da Curva. É uma pálida ideia da riqueza humana que é a sua autora.

Super Wallace disse...

Nossa, que texto show! Senti um pouco de, sei lá, tristeza no poema.

E cara, saudades de seus poemas. Teve um dia que eu fiquei umas 3 horas (ou mais) vendo todos os artigos do blog. Sou fanzão!

Abraços.

Carol Nunes disse...

As palavras nem sempre são amigas dos poemas... pensamos em tantas coisas e não escrevemos nada... pensamos em nada e as vezes escrevemos tudo... vai entender...

adoro seu blog...
venha me visitar tbm...
Abraços

Marcelo de Andrade disse...

Super Wallace, cara, nem sei o que te dizer. Obrigado mesmo. Costumo dizer que não tenho seguidores, tenho companheiros, que compartilham, apoiam, criticam, mas não são indiferentes. valeu mesmo. Eu ainda estou inseguro se o que faço são poemas. Não consigo manter uma métrica ou rima por todo o texto. E as quebras dos versos, ritmos e tal, são suspeitos. Mas vamos que vamos.

Carol Nunes, visitado est. Parabéns pelo Dividindo opiniões. As brincadeiras coma vírgula são hilárias. E obrigado pela presença.

Efemérides da Vanessa disse...

Adorei, como sempre!
Você é um talento
:)