domingo, fevereiro 07, 2010

O juiz e a cabra - parte 1

O juiz havia se instalado há poucos meses numa cidadezinha do interior quando, um dia, um cidadão apareceu com uma cabra no Fórum.
- Dr., achei essa cabra, não sei o que fazer com ela.
Finalmente algo acontecia naquela cidade marasmenta, pensou o magistrado.
- Despachem o animal para delegacia e tomem conta dela até que o dono apareça - ordenou o togado à força policial, constituída de dois homens.
Manda quem pode e obedece quem tem juízo, o animal foi depositado nos fundos da delegacia.
Dias depois, apareceu um homem no Fórum reclamando o animal.
- Seu juiz, soube que acharam a minha cabrinha. Vim levá-la de volta!
- Um momento, meu senhor. Não é bem assim! Vamos marcar uma audiência, o senhor traz as testemunhas e só depois de comprovar que ela é sua poderá levá-la.
Audiência marcada, testemunhas ouvidas, a cabra era mesmo do homem. Após esgotar todas as formalidades do trâmite, finalmente o representante da Justiça deliberou:
- Pode comparecer à delegacia para levar sua cabra embora.
No final do expediente daquela dia - o juiz entrava 12h45 e saía 13h45 - a força policial o aguardava.
- Doutor, podemos lhe falar?
- Claro, fiquem à vontade...
- Lembra aquele churrasco que fizemos?
- Sim.
- Que o senhor também comeu?
- Lembro. O que tem ele?
- O churrasco era a cabra.

Nenhum comentário: