domingo, dezembro 20, 2009

Mais sobre o álcool

Se dirigir, não beba. Se beber, não dirija. É uma advertência extremamente ineficaz. Significa: beba se não for dirigir e não dirija para poder beber.

Ingerir bebida alcoólica é uma forma de autodestruição com ágio, se considerar os 10% do garçom.

Beba com moderação: não beba.

Os comerciais de cerveja são patrocinados pelos fabricantes de testes de gravidez e pílulas do dia seguinte.

Ato de covardia: beber para criar coragem.

Receita infalível para curar ressaca no dia seguinte: deixar de beber na noite anterior.

No fundo da garrafa o pior vem à tona.

Vira,vira,vira,vira, vira,vira, virou alcoólatra.

4 comentários:

Lorena disse...

Não deixa de ser verdade meu amigo. Mas como diria todo bom bêbado '' Eu sou brasileiro e não desisto nunca''. Mas concordo contigo!

Anônimo disse...

Você é evangélico?

Marcelo de Andrade disse...

Oi, Lorena, obrigado pela visita.

Anônimo, por acaso precisa ser evangélico para saber que bebida alcoólica faz mal para a saúde? Se eu fizesse apologia da bebida, ninguém estranharia... Vivenos uma inversão de valores... Um abraço. Marcelo de Andrade

Renata disse...

Nenhum tipo de extremismo é positivo.

Ser alcoólatra e beber todos os dias é péssimo.

Mas achar que uma pessoa que vai pro happy hour na sexta-feira tomar meia dúzia de cervejas vai virar um alcoólatra é outro tipo de extremismo.

Cada um tem seu jeito de se divertir. E todos estão certos – desde que sem exageros.

E, claro, se beber chame um táxi.