quinta-feira, setembro 03, 2009

No futuro, seremos todos chineses.


As marcas estão se transformando na versão ocidental dos ideogramas asiáticos.

Como todo mundo sabe, os orientais (chineses, japoneses, coreanos etc.)  não utilizam rotineiramente caracteres para grafar fonemas. 

Eles usam símbolos que expressam idéias. Se querem escrever árvore, não se valem de letras do alfabeto (á, r, v, o, r, e), mas usam uns risquinhos que simbolizam uma árvore. É tudo muito pictórico.

Estou vendo um dia que em vez de escrever corrida, alguém vai usar a elipse da Nike como sinônimo de corrida. Ou a marca Mizuno. Ou vai desenhar uma maçã em vez de escrever computador. 

Ou rabiscar um ninho  para se referir a leite ou iogurte.

No futuro, seremos todos chineses. 

4 comentários:

Daniel disse...

nem todos sabem que uma maçã mordida é a marca de uma empresa de computadores que fornece os melhores equipamentos, mas os outros já andam nesse direção..

Patrícia Castro disse...

Bom raciocínio! Hehehehhe! Abraço

Buhler disse...

Chineses... usam a sua arte ninja para conquistar o mundo sem que nós percebemos.

Don Oleari disse...

...dirrepentimenti, talvez seja prudente neguim aqui - pardim, mulatim e branquelim também - começar a comer arroz com aqueles dois pauzim, bolim de arroz, risoto de arroz, arroz doce (de arroz, naturalmente), farinha de arroz...

Já pensou a gente meiqui morenim de zoim repuxado?

abraço do Oleari. Vou linkar seu texto lá no meu bloguim, se me permite.