terça-feira, março 17, 2009

"Este paciente morreu, mas morreu curado."

Frase lendária atribuída aos praticantes da medicina oficial, que aplicavam sangrias e outros tratamentos não menos agressivos e desastrosos para restabelecer a saúde dos pacientes nos séculos ancestrais, citada na obra Mesmer, a Ciência Negada e os Textos Escondidos, de Paulo Henrique de Figueiredo (Lachâtre, 2007, 2ª edição).

Nenhum comentário: