domingo, fevereiro 17, 2008

Nelsonrodrigueano

Brasília, algum dia.

Como de costume, o marido espancava a mulher. Os berros dela vazavam por toda a vizinhança. Como de costume, também ninguém se metia.

Até aquela data.

Enjoado daquela tragédia doméstica, um dos vizinhos foi acudir a vítima. Entrou na casa, apartou os dois e deu uma sova no valentão, até deixá-lo estendido no chão. Quando tomava fôlego para uma nova investida, a espancada se colocou entre o vizinho e o marido.

- Pára com isso. Quem chamou você aqui?

- Mas uma hora ele vai te matar!

- Deixa ele, disse a mulher, acariciando o marido. Ele está batendo no que é dele.

O vizinho virou as costas e foi-se embora.

Não, não é um conto de Nélson Rodrigues. Ouvi essa história de uma pessoa que se diz testemunha ocular dos fatos.

Um comentário:

http://foradacurva.zip.net/ disse...

Humanos?! Bahhhhhhh