quinta-feira, agosto 30, 2007

Dez Mandamentos

Dizem que nossa legislação está cheia de brechas, que permitem aos ímpios endinheirados se safarem de qualquer acusação com a ajuda de bons (ou seriam maus?) advogados. Justiça seja feita, o buraco é mais embaixo, ou melhor, antigo. Começou com Moisés e nossos legisladores modernos só continuaram a obra. Vejam só alguns exemplos:

5°) Não matar. É vago. Não matar quem?
6°) Não pecar contra a castidade. Castidade de quem? Aliás, quem é casto hoje em dia?
7°) Não roubar. Não roubar o quê? Pegar emprestado à força sem intenção de devolver, pode?
8°) Não levantar falso testemunho. "Mas juro que estou falando a verdade!!!"
9°) Não desejar a mulher do próximo. E a mulher do distante, pode?
10°) Não cobiçar coisas alheias. Se eu tomar essas coisas para mim, deixam de ser alheias.

Nenhum comentário: