segunda-feira, dezembro 24, 2007

Vade retro, Satanás!


Fim de ano, as emissoras começam a anunciar as retrospectivas.

Ver tudo o que passou em 2007? De novo?

Quanto sadismo para cima dos telespectadores...

E, para completar, tem especial do Fábio Jr. na Tv.

Socorro!

terça-feira, dezembro 18, 2007

Promoção de Natal

Pegue dois,
pague três,
leve um.

Ganhe um cartum de natal.

Basta escrever um e-mail para marcelocartum@gmail.com,
respondendo rapidamente à pergunta "Jacaré no seco anda?"

As 10 respostas mais criativas receberão inteiramente GRÁTIS um cartum eletrônico de natal.

segunda-feira, dezembro 17, 2007

Um contra seis

Às 10 horas da madrugada de domingo, no Ceasa, um bêbado tomava uma cerveja na coxia de uma barraca de legumes, importunando com sua presença etílica funcionários e clientes. Chamaram a segurança. Apareceu um pelotão de meganhas.

- Você tem que se retirar. Vai por bem ou por mal? - perguntou um dos guardas.

O bêbado fitou o segurança, um tanto contrariado, mas não perdeu a pose. Com o dedo, contou mentalmente um a um os seguranças. Eram seis. Fez uma pausa cambaleante, deu um último gole na latinha de cerveja e se foi, um tanto contrariado, escoltado até a saída.

Não ficou claro para os presentes se o bêbado, com o gesto da contagem, queria confirmar se não estava vendo em dobro, ou se era para insinuar que, mesmo na sua condição, poderia enfrentar menos do que meia dúzia de seguranças.

Uma coisa ficou patente: era bêbado, mas não era burro.

terça-feira, dezembro 04, 2007

Morte a motor

No congestionamento da zona sul
todos partem de algum lugar
para lugar nenhum

Sobre a areia movediça de petróleo,
vejo a vida passar pela janela
do meu túmulo disfarçado de automóvel.

E nesse cortejo imenso
os faróis são as velas,
a fumaça é o incenso,
e cada motorista, seu próprio coveiro.

Se arrasta o infinito enterro,
neste cemitério vivo,
que é a Marginal Pinheiros.

domingo, novembro 25, 2007

Menina presa com 20 homens no Pará

Leio no Portal de um grande provedor de acesso à Internet a notícia sobre a adolescente que ficou presa em uma cela com 20 homens no Pará durante um mês. Os detalhes sórdidos dessa convivência desastrosa já foram amplamente divulgados.

Ao lado da notícia, o portal divulga um banner de conteúdo erótico.

É o cúmulo da insensibilidade.

quinta-feira, novembro 08, 2007

sexta-feira, outubro 26, 2007

Caixa a dois

Eu quero
apê de frente para o amar
superávit de paixão
sexo sem caução

Carinho no paraíso fiscal
coração rentável
puxadinho no Taj Mahal
chamego sustentável.

Cruzeiro mais íntimo
mega-céu acumulado
matrimônio líquido

porto sem muro
cinco estrelas para o meu bem
e filhos com juros




Dedicado à Mimi

domingo, outubro 07, 2007

Baile funk federal



O Palácio da Democracia
virou baile funk sem calcinha.
Perto dessa suruba,
Calígula seria discreto,
e piranha viraria manjuba.

sábado, setembro 22, 2007

Um certo pomar

Tem um certo pomar
onde dá de tudo.
Dizem que é sina do lugar,
eu acho que é por causa do adubo.

Seja o que for, lá não se cansa de brotar
laranja, banana, abacaxi.
O difícil mesmo é encontrar
uma fruta sã ali.

O curioso é que justo o fruto estragado
é o que atrai mais freguesia.
Da fruta podre até o caroço é cobiçado,
já a fruta sã lhes dá azia.

Tudo é cobrado antecipado,
moeda de troca não falta.
Assim o pomar é tratado,
e a safra é sempre farta.


domingo, setembro 02, 2007

Nua e crua

A verdade se revelou nua,
como num ensaio da Playboy.
Mas, como na revista,
o melhor só se insinua.

Quanto mais se mostra, menos se vê,
E o que se vê, será verdade mesmo ou não?
Nessa dúvida, tanto faz,
pois todos acabam sempre na mão!

E quem deve nada teme,
que se dane o Ibope.
Pois entre o clic e o papel,
sempre tem o Photoshop.

Corrupto

Era tão corrupto, mas tão corrupto, que às vezes até agia honestamente, só para provar que não tinha princípios.

Dor

A dor que dói dentro
é maior que a dor que dói fora.
Pois pra segunda tem ungüento,
mas pra primeira não tem hora.

quinta-feira, agosto 30, 2007

Econometria básica.

Metrô, hora do rush. Tenho a sorte de sentar. Logo se forma uma muralha humana a minha frente. Em pé, um rapaz segura heroicamente com uma das mãos um livro robusto, mil e tantas páginas. Na capa lê-se "Econometria básica".
O senhor do meu lado olha para o tijolo de papel na mão do rapaz e em seguida deixa escapar a pérola:
- Se esse livro é o básico, imagina o tamanho do avançado!

Dez Mandamentos

Dizem que nossa legislação está cheia de brechas, que permitem aos ímpios endinheirados se safarem de qualquer acusação com a ajuda de bons (ou seriam maus?) advogados. Justiça seja feita, o buraco é mais embaixo, ou melhor, antigo. Começou com Moisés e nossos legisladores modernos só continuaram a obra. Vejam só alguns exemplos:

5°) Não matar. É vago. Não matar quem?
6°) Não pecar contra a castidade. Castidade de quem? Aliás, quem é casto hoje em dia?
7°) Não roubar. Não roubar o quê? Pegar emprestado à força sem intenção de devolver, pode?
8°) Não levantar falso testemunho. "Mas juro que estou falando a verdade!!!"
9°) Não desejar a mulher do próximo. E a mulher do distante, pode?
10°) Não cobiçar coisas alheias. Se eu tomar essas coisas para mim, deixam de ser alheias.

Onde está Uóli?


segunda-feira, agosto 27, 2007

The End

Você sabe que um filme termina de maneira original quando:

a) nenhum personagem se beija, abraça, aperta a mão ou sorri;
b) o preterido ou preterida não tenta evitar o casamento do amor de sua vida com outra pessoa ;
c) o(s) personagem(ns) não parte(m)a pé ou por qualquer outro meio de locomoção rumo ao infinito;
d) a centelha da ameaça que foi combatida durante todo o filme não volta a acender no final, ensejando uma continuação.
e) você não dormiu ou apertou eject antes do desfecho.

O Poderoso Painho

Com um atraso de 35 anos, finalmente assisti ao Mario Puzo´s The Godfather. Cortesia de um amigo que, muito condoído desse lapso na minha cultura cinematográfica, apressou-se em livrar-me das trevas da ignorância emprestando-me um "box" da trilogia.

Só não sei porque, no Brasil, resolveram rebatizar a película de "O Poderoso Chefão" em vez the "O Painho".

quarta-feira, agosto 22, 2007

O lado irônico dos contratos


A revista MAD tem (tinha) uma seção fixa chamada "O Lado Irônico", assinada pelo saudoso Dave Berg. Nela, o cartunista mostrava sua visão peculiar sobre o comportamento humano. Segue aí a minha sobre os certames escritos.
Rest in peace, Berg.




sexta-feira, agosto 17, 2007

Futebol viril


Dentro, Lula!

Brasileiro opta sempre pela saída mais fácil.
Acha que pode resolver as coisas no grito, com palavras de ordem simplórias, ou com troca de cadeiras. Não gostou de um governante, pensa que é só gritar "Fora, Fulano!" ou "Fora, Beltrano!" que está tudo resolvido. Como se a palavra "fora" fosse algum mantra ou palavra mágica, tipo Shazam ou Pirlimpimpim. Como se bastasse trocar as moscas.
Que nada, gente! É o contrário.
Temos é que exigir que os governantes adentrem seus gabinetes, se entranhem no Poder com todas as raízes e assumam suas responsabilidades. E que as façam direito.
Portanto, seria mais produtivo pedir ao Lula que fique e que faça aquilo para o que foi eleito: governar e trabalhar direito.

sexta-feira, agosto 10, 2007

sábado, julho 28, 2007

Cana-de-açúcar: encosto histórico

Em 1530, a Coroa Portuguesa delegou a Martin Afonso de Souza o comando da primeira expedição colonizadora para cá. A missão da comitiva era povoar o território, se livrar dos posseiros e cultivar canaviais, já que o açúcar era um produto muito bem aceito nas mesas européias. Em pleno século XXI, o Brasil continua apostando suas fichas na cana-de-açúcar. Desta vez, o argumento é o biocombustível.

Vá gostar de cana-de-açúcar assim na &%$#@!

Second Life: mais do mesmo

O Second Life é mais uma pá de cal em cima da esperança de um mundo melhor. Em vez de se criar um balão de ensaio para uma sociedade mais justa e humanista, com uma nova proposta econômica, o que se fez foi reproduzir o mesmo modelo capitalista predatório do mundo real. Pois o Zé Arruela durango de carne e osso não poderá ser mais do que o cocô do cavalo do bandido no SL. É o materialismo transportado para um mundo imaterial. Doideira, né?

Harry Potter é livro de cabeceira de políticos

Harry Potter substituiu O Príncipe como livro de cabeceira de muito político por aí. Esse aprendiz de feiticeiro não faz nada que preste e só leva a fama de bom.

P.S.: Dica para quem gosta de uma boa mandracaria: Livros da Magia, de Neil Gaiman, ilustrado por diversos artistas e que irá para as telonas em breve.

sexta-feira, julho 27, 2007

Índice de aprovação

Quando o índice de aprovação de um governo anda alto é porque o grau de exigência dos eleitores está baixo.
-

TPM

- Amor, diz (sic) que me ama!
- Te amo!
- Mas como você é volúvel!!!

Baladeiros

Mauricinhos na balada.
- Que azaração, Brôu! Já peguei mais de cinco!
- Só isso? Já encarei sete!
- Imagine quando a gente sair do banheiro masculino...

Conselho médico

No consultório do cirurgião plástico:
- Doutor, o que o senhor recomenda para o meu caso?
- Reencarnação.

Os antropólogos erraram

Não existe "elo perdido" nessa história de evolução.

Foi o Homem que se perdeu.

quinta-feira, julho 26, 2007

Nova logomarca da TAM

Em respeito às vítimas do mais recente acidente aéreo, tirei a charge do ar. Mas quem tiver interesse em conhecer esse trabalho, basta solicitar pelo e-mail marcelocartum@gmail.com.


sexta-feira, junho 22, 2007

Lição paternal

- Papai, o que é "grátis"?
- É alguma coisa que você ganha sem ter de dar nada em troca.
- É? Como assim, papai?
- Por exemplo, eu. Não te dou carinho? Não te ensino coisas? (Passa a mão na cabeça da criança).
- Sim!
- Eu cobro alguma coisa por isso?
(Silêncio contemplativo).
- Então! O amor do pai é de graça!
- Ahnnn. (Criança se vira e vai embora).
- Ei, volta aqui!
- Quié, papai?
- Não vai me dar um abraço?

Para Mimi

A caneta sangrou no papel
e a hemorragia desenhou seu nome.

Controle aéreo


Clinton e Renan


quarta-feira, junho 13, 2007

Freud explica



É compreensível que duas pessoas que dividiram o peito na infância repitam o comportamento na fase adulta, compartilhando as mamatas.


domingo, abril 29, 2007

Poeminha

Quero grudar em você feito um carrapato-estrela
e junto arderemos em febre maculosa.
E nem emílio ribas, fiocruz ou sus
poderá pôr fim ao nosso delírio.

Preconceito étnico

Falem o que quiserem, mas uma das etnias mais discriminadas na mídia são os ruivos. Não me ocorre o nome de nenhum profissional cor de fogo à frente dos telejornais. Se houver, são poucos. Sugiro uma cota para eles.

Depois, para os albinos.